Microscopia especular é a fotografia em grande aumento da camada de células endoteliais da córnea.

Essas células da córnea não se regeneram e têm um ritmo de perda de acordo com a idade e o organismo. Existe um padrão de normalidade, ao qual o resultado deste exame é sempre comparado. A perda de células endoteliais acentua-se em algumas doenças da córnea e do bulbo ocular (infecção, glaucoma, inflamação) com o uso de lentes de contato, cirurgias ou traumatismos. Estas células são responsáveis pelo metabolismo, mantendo seu estado de desidratação. Se a córnea não fosse desidratada, não seria transparente.

Com a redução do número de células endoteliais por milímetro quadrado, há hidratação e edema da córnea, causando o esfumaçamento da córnea e a piora da acuidade visual. Em casos extremos de acentuada redução da quantidade de células endoteliais, indica-se transplante de córnea para restituí-las.

Para mais informações, marque uma consulta com a Dra. Andressa Guimarães tel. (21) 2527.1890 | cel: (21) 99988.9851 WhatsApp.  Consultas regulares evitam complicações.

© 2018 . Direitos reservados . Desenvolvido por Inventiva Propaganda

WhatsApp