Consiste na quantificação da área espacial percebida pelo olho. Detecta alterações do campo de visão que, na maioria das vezes, são imperceptíveis para o paciente.

Auxilia o médico a diagnosticar doenças de acordo com as respostas aos estímulos – de acordo com o defeito de campo visual apresentado no exame – além de auxiliar no diagnóstico e acompanhamento da progressão do glaucoma, doenças que afetam o nervo óptico, retinopatias e doenças neurológicas.

O campo visual é realizado em uma sala com diminuição de luminosidade. O paciente fica corretamente posicionado em frente a um aparelho que mostrará pontos de luz com várias intensidades em diversos lugares da cúpula. O paciente deverá acionar uma campainha em sua mão em resposta ao estímulo percebido. É muito importante que não haja movimentação ocular durante o exame, para isso, o paciente verá uma luz de fixação dentro do aparelho.

O exame depende exclusivamente das respostas dadas pelo paciente. Por isso, é necessária atenção durante o procedimento, para que o exame fique o mais confiável possível.

Para mais informações, marque uma consulta com a Dra. Andressa Guimarães tel. (21) 2527.1890 | cel: (21) 99988.9851 WhatsApp.  Consultas regulares evitam complicações.

© 2020 . Direitos reservados . Desenvolvido por Inventiva Propaganda

Iniciar conversa
Fale Conosco
Olá, tudo bem? Marque sua consulta ou fale conosco clicando no botão abaixo.
Powered by