leitura

A medida que envelhecemos, percebemos que temos maior dificuldade em enxergar à noite e em ambiente com pouca luz. Torna-se mais difícil ler um livro, acompanhar o panfleto em cultos religiosos; bordar;  ver placas de rua e trânsito; enxergar as linhas divisórias das estradas….

Embora uma visão noturna ruim possa ser um sintoma de uma doença como a catarata, retinopatia diabética e glaucoma, com o envelhecimento, a visão noturna de quase todas as pessoas diminui naturalmente.

Dos 20 aos 60 calcula-se que a  média da capacidade do olho de distinguir os contrastes diminui de duas a uma vez e meia. Logo que você perceba diminuição na visão noturna ou em ambiente com pouca luz, procure um oftalmologista para uma avaliação. 

Alguns conselhos úteis:

1) Faça as lentes dos óculos com antirreflexo, que ajuda na redução das luzes ofuscantes à noite.
2) Evite olhar diretamente para os faróis contrários quando estiver dirigindo à noite. Olhe para o outro lado ou ligeiramente para baixo.
3) Mantenha sempre limpos os óculos , e as superfícies: tela do computador; vidro do carro; espelhos; etc…
4) Acenda o farol baixo do carro, mesmo se ainda não estiver totalmente escuro; e também em dias nublados/chovendo.
5) Compre uma luminária para deixar em casa no local onde costuma ler e escrever. O ideal é a luz vir de trás e lateralmente à esquerda, perto do seu ombro. Com o foco no local da tarefa.
6) Nos dias nublados, use lentes amarelas nos óculos; ajuda a deixar o ambiente mais claro.
7) Nos cultos religiosos, onde a iluminação é precária, utilize lanternas de bolso para ajudar na leitura.


Fonte: Gordon S. Guia Prático para proteger sua visão. Harvard Medical. Rio de Janeiro: Campus, 2002. Por: Dr. Newton Kara José e Regina Carvalho | Portal SOBLEC Sociedade Brasileira de Lentes de Contato, Córnea e Refratometria

leitura1

© 2018 . Direitos reservados . Desenvolvido por Inventiva Propaganda

WhatsApp