catarata1

O DIAGNÓSTICO DA CATARATA

A CATARATA atinge hoje metade da população mundial acima dos 65 anos. Sua forma mais comum é aquela em que a doença evolui com a idade e é causada pelo envelhecimento do cristalino (a lente natural do olho).

Mas a CATARATA também pode ser causada pelo diabetes, pela exposição excessiva ao sol, cigarros, consumo exagerado de álcool, e ainda ser congênita (a pessoa já nasce com ela), mas esses casos são mais raros.

O único tratamento para a CATARATA é cirúrgico e o diagnóstico é feito através de EXAMES que incluem o TESTE DE ACUIDADE VISUAL, o EXAME DO OLHO DILATADO e a TONOMETRIA.

- O TESTE DE ACUIDADE VISUAL mede como a pessoa consegue ver em várias distâncias.

- No EXAME DO OLHO DILATADO, pinga-se um colírio nos olhos para dilatar as pupilas. Com lentes especiais, o médico examina a retina e o nervo ótico, procurando por algum problema ocular.

- Na TONOMETRIA, um instrumento mede a pressão dentro do olho. Um colírio anestésico pode ser aplicado aos olhos.

Visite seu oftalmologista regularmente e saiba mais. No próximo post, você vai entender como a pessoa deve se preparar para a CIRURGIA DE CATARATA. Até lá!

DRA ANDRESSA GUIMARÃES
(21) 2527.1890 | (21) 99988.9851 WhatsApp

© 2020 . Direitos reservados . Desenvolvido por Inventiva Propaganda

Iniciar conversa
Fale Conosco
Olá, tudo bem? Marque sua consulta ou fale conosco clicando no botão abaixo.
Powered by