A CIRURGIA REFRATIVA é um procedimento para corrigir erros de refração na visão dos pacientes, feito com Laser ou, em alguns casos, com a colocação de Lentes Fácicas.

Existem alguns procedimentos possíveis para realizar a cirurgia – como o LASIK e o PRK, que iremos conferir aqui. Em ambas as técnicas, o laser usado é o mesmo: o Excimer Laser. No entanto, a principal diferença na cirurgia refrativa com cada uma das técnicas diz respeito a como esse elemento poderá acessar e esculpir a córnea.

Pacientes com miopia, hipermetropia, astigmatismo e presbiopia podem realizar a cirurgia para corrigir seu grau.

As cirurgias refrativas diminuem o grau dos problemas de visão dos pacientes. Mas com o envelhecimento, é possível que eles tenham a necessidade de utilizar óculos de descanso.

LASIK – PRK – LENTES FÁCICAS

O QUE É LASIK?
É a técnica mais utilizada no mundo para correção de grau a laser, tanto para miopia, quanto hipermetropia, astigmatismo, e alguns casos de presbiopia. É realizado um corte ultrafino na camada anterior da córnea, o que permite a aplicação do laser na sua camada interna. Sendo assim, há menor superfície a cicatrizar, menos desconforto no pós- operatório e a recuperação visual costuma ser rápida.

O QUE É PRK?
No PRK a correção do grau é realizada através da aplicação do laser na superfície da córnea. Este tratamento é indicado para pacientes que tem córneas mais finas, assimétricas ou são pacientes em geral mais jovens. É uma técnica muito segura, porém a recuperação visual é mais lenta. No pós-operatório é fundamental evitar a exposição dos olhos ao sol por um período de 1 ano após a cirurgia.

O QUE SÃO LENTES FÁCICAS?
- Utilizadas quando a Cirurgia Refrativa não pode ser realizada.
- Em casos de graus mais altos ou córneas mais finas.
- Pode corrigir até 20 graus de miopia e 10 graus de hipermetropia.
- Casos de astigmatismo podem ser corrigidos até 7 graus.

PRK

  • Na PRK, há uma remoção das células epiteliais, retirando uma fina camada externa e completa da córnea. Com a exposição corneana, ela recebe o laser para ser corrigida de acordo. Em geral, a PRK é indicada para quem não tem a curvatura corneana adequada ou, principalmente, para quem possui uma córnea muito fina. Nos outros casos, a LASIK é a mais recomendada.
  • Na PRK, o pós-operatório é um pouco mais complexo. Há o posicionamento de uma lente especial para proteção do olho enquanto ele se recupera, por exemplo, e esse elemento é retirado em uma semana. Depois disso, ainda é preciso ter vários cuidados para que a cirurgia refrativa não leve a nenhum dano ocular. Além de tudo, essa técnica faz com que o período após seja um pouco mais dolorido e incômodo.
  • O tempo de recuperação da PRK é bem maior. Justamente por causa da forma como é feita, é que a PRK gera uma modificação muito mais intensa na córnea, o que estende consideravelmente o tempo de recuperação. Até que toda a camada externa da córnea se recupere é preciso esperar alguns meses, ao contrário do que acontece com a LASIK. Como o flap é bem pequeno, ele se integra novamente à estrutura de maneira mais rápida, garantindo uma recuperação bastante eficiente. No caso da cirurgia PRK é preciso, por exemplo, evitar a incidência solar na córnea por até 1 ano, além de outros cuidados progressivos para proteger a estrutura e o resultado.

Como devo proceder antes da cirurgia?

- Venha ao hospital de preferência acompanhado;

- Faça sua higiene pessoal normalmente e use roupas confortáveis. Não utilize maquiagem, perfume, joias, esmalte e presilhas de cabelo.

- Não utilize suas lentes de contato no dia da cirurgia. Suspenda previamente o uso conforme orientações;

- A alimentação no dia da cirurgia é normal, de preferência leve. Não há necessidade de jejum;

- Paciente com ferimento exposto, em qualquer parte do corpo, deverá vir com curativo no dia da cirurgia;

- Todo paciente recebe um Termo de Consentimento que deve ser devidamente lido e assinado;

- É necessária, principalmente nas técnicas de PRK, a utilização dos óculos escuros com proteção UVA/UVB e com as lentes mais escuras possíveis. Nós te daremos um óculos escuros no dia da cirurgia.

LASIK

  • Na LASIK, é usada uma ferramenta especial que levanta uma pequena aba da parte superficial da córnea. Conhecido como flap, essa estrutura é uma espécie de “tampa” aberta, que fica presa por um pequeno pedaço ainda na córnea. Com a abertura, o laser atua diretamente na córnea para garantir que ela fique com o formato adequado para a refração dos raios.
  • Na LASIK, o pós operatório acontece de maneira bem rápida, até mesmo porque o impacto e as modificações se restringem, principalmente, ao flap. Em alguns dias, o paciente já pode voltar a executar suas tarefas normalmente e ele consegue enxergar melhor com bastante rapidez.
  • Esses dois tipos de cirurgia refrativa diferenciam-se, principalmente, pela técnica e pela recuperação no pós-operatório. Para saber qual é a mais indicada para você, não deixe de consultar um oftalmologista para que ele possa dar a indicação certa.
  • Converse com a Dra. Andressa Guimarães sobre as opções cirúrgicas disponíveis e desfrute de maior segurança e conforto: (21) 2527.1890 | (21) 99988.9851 WhatsApp

Como devo proceder após a cirurgia?

- Inicie com a medicação prescrita conforme orientação médica. Pingue os colírios somente até hora de deitar e reinicie logo ao acordar;

- É imprescindível que o paciente siga corretamente as instruções para utilização dos medicamentos no pós-operatório;

- É indispensável não coçar os olhos durante 30 dias;

- Nos primeiros dias após a cirurgia, a sua visão ficará embaçada. Você observará uma melhora gradual no decorrer de alguns dias ou semanas e a visão deverá voltar ao normal, permitindo realizar suas atividades, sem maiores transtornos;

- Nos primeiros meses, dependendo de fatores como o grau de miopia, do astigmatismo e da forma como se regenerará o epitélio, você poderá ter uma visão flutuante, isto é, em algumas horas do dia ela estará melhor do que em outras;

- Eventualmente, você poderá ter sensação de areia nos olhos, leve lacrimejamento, as pálpebras poderão inchar e os olhos podem ficar discretamente vermelhos. Não se preocupe, geralmente são reações normais. Caso persistam os sintomas, apareça secreção amarelada, piora da visão, dor ocular, vermelhidão, secreção ocular ou esteja sentindo muito incômodo, procure seu médico;

- Marcaremos uma consulta de retorno após a cirurgia.

Dra. Andressa Guimarães: (21) 2527.1890 | (21) 99988.9851 WhatsApp

Recomendações Gerais

- Pode-se tomar banho de chuveiro, lavar o rosto de manhã, porém, com cuidado para não tocar e não entrar água nos olhos, evitando assim, qualquer irritação ocular pela impregnação de sabonete ou shampoo;

- Lavar os cabelos com cuidado para não entrar espuma nos olhos, se isso acontecer lave exaustivamente e procure seu médico;

- Não mergulhe em praia, piscina ou lago e evite sauna por 1 mês;

- Evite também qualquer maquiagem até 15 dias após a cirurgia na técnica PRK e até 30 dias na técnica LASIK;

- Evite por 1 mês, esportes com bola ou contato físico, locais com poeira, vento, fumaça e substâncias voláteis devido ao risco de trauma ocular;

- Evite o contato com pessoas com conjuntivite, rubéola, sarampo, etc;

- Utilize protetor ocular/óculos para dormir durante 14 noites, na técnica LASIK;

- Utilize protetor ocular somente para dormir até retirar a lente de contato terapêutica, na técnica PRK;

- Pode-se usar o olho operado à vontade. É permitido ler, assistir televisão, usar computador ou dirigir, desde que se sinta confortável e seguro ao fazê-lo;

- Não dormir nas duas horas seguintes à cirurgia, na técnica LASIK;
É permitido também trabalhar no dia seguinte à cirurgia, exceto se o ambiente de trabalho for muito poluído ou contiver partículas em suspensão no ar, tais como: poeira, serragem ou ainda, muito vento e substâncias químicas. No caso da técnica PRK converse com seu médico sobre o tempo de afastamento do trabalho.

© 2018 . Direitos reservados . Desenvolvido por Inventiva Propaganda

WhatsApp